27.11.10

Pequenas mudanças de hábito ajudam a acabar com o cansaço do dia a dia - Publicado em O Globo em 26/11/2010 às 08h54m


Descanse.
RIO - Se o cansaço não está ligado a nenhuma doença, é possível melhorar os níveis de energia no dia a dia fazendo algumas mudanças na rotina e na dieta. A atividade física também é importante. Pessoas sedentárias reclamam mais do cansaço do que as ativas. Bastam 20 minutos de exercício três vezes por semana para reverter o quadro. Confira abaixo as principais causas da fadiga no cotidiano e saiba como tratá-las:
Dormir pouco - É a causa mais óbvia, e a primeira que as pessoas tentam remediar quando sentem-se esgotadas. Diversos estudos mostram que dormir pouco afeta a concentração e a saúde. Se a dificuldade para dormir está ligada à ansiedade ou dura há mais de uma semana, o ideal é procurar um médico. Só ele poderá diagnosticar corretamente o problema.
Apneia - Respirar mal durante o sono - ou até ficar alguns segundos sem respirar - afeta diretamente a disposição no dia seguinte. A maioria das pessoas nem sabe que tem a condição, que pode aumentar o risco de diabetes, pressão alta e doenças cardiovasculares. Parar de fumar e emagrecer costumam reduzir a apneia, mas muitas vezes é necessário fazer tratamento médico.
Dietas restritivas - Não comer direito, ou se alimentar com os alimentos errados, causa um grande desgaste ao organismo. Isto porque a falta de comida (ou o excesso de açúcar e produtos refinados) altera os níveis de açúcar do sangue. Coma pelo menos três refeições por dia que combinem proteínas, carboidratos, frutas ou verduras e só faça dietas com orientação de um profissional da área.
Anemia - O distúrbio é a principal causa da fadiga em mulheres na idade fértil. A perda de sangue durante a menstruação pode causar a deficiência de ferro, uma das principais causas da anemia. O mineral é fundamental para levar oxigênio para o sangue e para os tecidos. Consulte seu médico sobre a possibilidade de tomar um suplemento de ferro e invista em alimentos ricos na substância, como fígado, feijão, mariscos e cereais fortificados.
Depressão - A tristeza e o desânimo que não passam também causam uma série de problemas físicos. Dor de cabeça, perda de apetite, sonolência, cansaço e falta de ânimo fazem parte do quadro. Se os sintomas não melhorarem após duas semanas, é hora de consultar um médico.
Hipotireoidismo - A tireoide é uma pequena glândula que fica na base do pescoço. Ela é responsável pelo metabolismo, que controla a velocidade com que o corpo converte os alimentos em energia. Quando ela está pouco ativa, o metabolismo fica lento. Com isso, as pessoas ganham peso, retêm líquidos e ficam mais desanimadas. Um simples exame de sangue comprova o problema, que costuma ser facilmente tratado com medicamentos.
Excesso de cafeína - Chá, café, refrigerantes e mate, em doses adequadas, aumentam a disposição e a concentração. Só que em excesso (geralmente mais que duas xícaras de café ou duas latas de refrigerante por dia) aumentam os batimentos cardíacos, a pressão e o nervosismo. Se este é o seu caso, reduza o consumo aos poucos.
Doenças cardíacas - Perder o fôlego ou ficar cansado ao limpar a casa, cozinhar ou cuidar do jardim pode ser sinal de que algo não vai bem com o coração. Consulte o médico e elimine a possibilidade de doenças cardiovasculares.

26.11.10

não podemos deixar de "imaginar" e nem que as lágrimas brotem...

Imagine
John Lennon

video
Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today
Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peace
I hope some day
You'll join us
And the world will be as one
Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A brotherhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world
You may say,
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will live as one
...
essa música depois do dia que tivemos ontem, aqui na cidade e depois do dia [maravilhoso] que tive ontem com algumas amigas, construindo junto, uma rede para trabalhar por um mundo novo de amor, comunhão e de paz!
E essa era exatamente a minha história:
"You may say
I'm a dreamer
But I'm not [more] the only one
I hope some day
You'll join us [me]
And the world will live as one"
não estou mais só nesse "imaginar"!
...
o floresSer floresceu!!!
om sri maha Ganapataye namaha!!!

23.11.10

tecendo uma rede em prol do despertar.

amizade também pode ser amor!


Sabe, eu não quero que você faça nenhum esforço. Por favor não se cobre em oferecer alguma coisa que você não possui: a vontade de prosseguir.
Eu tava aqui pensando em umas coisas e me veio a palavra amor.
Não estamos prontas para o amor. Não para aquele amor verdadeiro, aquele amor que transpassa, aquele amor que aceita, aquele amor que se entrega.
Muitas vezes dissemos uma para outra que nos amávamos. Mas era ilusão!
Tínhamos uma relação de amizade, onde não há a corrente dos laços de família, nem uma relação sexual, nem de profissão, nem laço nenhum tipo. Não deveria haver obrigação. Éramos amigas por opção e estávamos uma ao lado da outra porque queríamos.
Mas havia alguma coisa que nos unia e provavelmente era uma busca, uma na outra, por alguma coisa que faltava em nós mesmas! Geralmente é assim. Buscamos fora e por isso houveram as decepções de ambos os lados.
Projetamos uma na outra alguma coisa que falta dentro.
Faltou também uma clareza sobre o que estava em jogo: uma pessoa sem amor-próprio não pode dar amor à ninguém, porque não o possui!
Você me falou tantas vezes em falta de amor meu por mim mesma e da minha baixa auto-estima, me abrindo os olhos...
Se iludiu em esperar amor de mim e ainda mais amor do jeito que você idealiza que ele seja. Eu, do meu lado, te ofereci amor, sem saber que realmente não faço idéia [ainda] do que se trata...
Mas não devemos nos cobrar por termos falhado: a falta de amor é uma epidemia mundial!!! A maioria das pessoas não tem amor [de verdade] a oferecer, mas espera amor [de verdade] do outro!
É bem nesse momento que as relações, qualquer uma delas, se rompem: quando as ilusões vêm a tona e verificamos que o outro não é quem idealizamos e não tem amor [de verdade] a oferecer.
Daí em diante é necessário tornar alguns limites mais elásticos, quebar alguns padrões, entrar em contato com suas próprias ilusões e projeções para prosseguir na construção de uma relação baseada em clareza e tentativa de dar e oferecer amor de verdade.
Mas é muito difícil seguir. Incomoda, traz desconforto, nos coloca em contato com nossas imperfeições...
Não sei o que tem depois disso: quando a outra perte esteve firme, eu dei pra trás e quando estou disposta, a outra parte não está...
Ainda não encontrei ninguém disposto a atravessar essa fronteira ao meu lado no momento que também estou.
Essa é a minha dor, agora. Apenas essa: ainda não foi dessa vez!
Passou por mim mais uma oportunidade de me aproximar do amor verdadeiro!
Fica bem também.
Seguimos na trilha sagrada, na ciranda da vida, sem a chance de encontrar o amor verdadeiro, mas seguimos, enfim.
Um beijo,
Camila

18.11.10

a saúde no ayurveda

o conceito de saúde segundo o ayurveda apoia-se em três pilares fundamentais:
  • sexualidade;
  • alimentação e;
  • sono.
...veja detalhes em breve...